Consulte um arquivo grande do Excel usando o SQL Online

Consulte facilmente arquivos grandes do Excel usando SQL com nossa ferramenta on-line

Introdução

Nossa ferramenta profissional permite que você consulte facilmente arquivos grandes do Excel usando SQL. Basta carregar seu arquivo do Excel (até 1 GB), inserir sua consulta SQL e obter o resultado de forma rápida e fácil. Diga adeus à filtragem e classificação manuais e deixe nossa ferramenta fazer o trabalho pesado por você!

Quick Creator
Quick Creator is the ultimate marketing tool for creating SEO-optimized blog pages andhigh-conversion landing pages in minutes.
Quick Creator
Transform your blog and landing pages with AI-powered Quick Creator

Consulte um arquivo grande do Excel usando o SQL Online | SQL no Excel

Introdução

Consultar arquivos grandes do Excel pode ser uma tarefa difícil, especialmente quando você está lidando com arquivos com mais de 1 GB. Felizmente, há uma solução: SQL no Excel. Com o SQL no Excel, você pode facilmente carregar seu arquivo do Excel, inserir sua consulta SQL e obter o resultado em pouco tempo. Neste guia, mostraremos como usar o SQL no Excel para consultar arquivos grandes do Excel e obter os resultados de que você precisa.

Guia passo a passo para usar o SQL no Excel para consultar arquivos grandes do Excel

Carregue seu arquivo do Excel (até 1 GB) para o SQL no Excel

O SQL no Excel permite que os usuários façam upload de arquivos do Excel de até 1 GB. Esse recurso é particularmente útil para empresas que têm grandes conjuntos de dados e precisam analisá-los rapidamente. Para fazer o upload do seu arquivo do Excel, basta clicar no botão “Carregar” na interface do SQL no Excel. Em seguida, navegue até o local do seu arquivo do Excel e selecione-o. Quando o upload for concluído, você verá uma mensagem de confirmação.

Insira sua consulta SQL no editor SQL

Depois de fazer o upload do arquivo do Excel, você pode inserir sua consulta SQL no editor SQL. O editor SQL é uma caixa de texto na qual você pode inserir seu código SQL. O SQL no Excel suporta uma ampla variedade de funções SQL, incluindo SELECT, FROM, WHERE, JOIN, GROUP BY e ORDER BY. Você também pode usar o SQL no Excel para criar tabelas, inserir dados e atualizar dados.

Clique em 'Executar' para executar sua consulta

Depois de inserir sua consulta SQL, clique no botão “Executar” para executar sua consulta. O SQL no Excel processará sua consulta e retornará os resultados. Dependendo da complexidade da consulta e do tamanho do conjunto de dados, esse processo pode levar de alguns segundos a vários minutos.

Veja os resultados da sua consulta

Depois que sua consulta for processada, você poderá visualizar os resultados na interface SQL no Excel. Os resultados serão exibidos em formato de tabela, com cada linha representando um registro em seu conjunto de dados e cada coluna representando um campo. Você pode classificar, filtrar e manipular os dados usando as ferramentas fornecidas na interface SQL no Excel. Se precisar exportar os resultados para outro programa ou aplicativo, você pode fazer isso usando a função de exportação.

Métodos alternativos para consultar arquivos grandes do Excel

Microsoft Power Query

O Microsoft Power Query é uma poderosa ferramenta de transformação e análise de dados que permite que os usuários se conectem a uma variedade de fontes de dados, incluindo arquivos do Excel. Com o Power Query, os usuários podem facilmente extrair, transformar e carregar dados de arquivos do Excel em outros aplicativos, como o Power BI ou o SQL Server. O Power Query fornece uma interface amigável que permite aos usuários criar consultas complexas sem escrever nenhum código. Além disso, o Power Query oferece uma ampla variedade de funções de transformação de dados que podem ser usadas para limpar e manipular dados.

Microsoft Access

O Microsoft Access é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que permite aos usuários armazenar, gerenciar e analisar grandes quantidades de dados. O Access fornece uma interface amigável para criar e gerenciar bancos de dados e permite que os usuários importem dados de várias fontes, incluindo arquivos do Excel. Com o Access, os usuários podem criar consultas, formulários e relatórios complexos para analisar e visualizar seus dados. O Access também fornece recursos poderosos de validação de dados e verificação de erros para garantir a precisão dos dados.

Biblioteca de pandas do Python

A biblioteca pandas do Python é uma ferramenta popular de análise de dados que fornece recursos poderosos de manipulação e análise de dados. Com os pandas, os usuários podem ler e gravar arquivos do Excel com facilidade e realizar várias tarefas de manipulação de dados, como filtrar, classificar e agrupar dados. O Pandas também fornece uma ampla variedade de funções de análise de dados, incluindo análise estatística e visualização de dados. Uma das principais vantagens de usar pandas é sua flexibilidade e extensibilidade, pois ele pode ser usado em conjunto com outras bibliotecas Python para criar fluxos de trabalho de análise de dados personalizados. Independentemente da ferramenta escolhida, é importante fazer sua pesquisa e entender os pontos fortes e fracos de cada opção. Considere fatores como facilidade de uso, recursos de manipulação de dados e integração com outros aplicativos ao tomar sua decisão. Ao escolher a ferramenta certa para suas necessidades, você pode aproveitar ao máximo seus dados do Excel e obter informações valiosas.

Conclusão

Concluindo, consultar arquivos grandes do Excel não precisa ser uma tarefa difícil ou demorada. Com o SQL no Excel, você pode facilmente carregar seu arquivo, inserir sua consulta e obter os resultados de que precisa em pouco tempo. E se o SQL no Excel não for a opção certa para você, há muitas outras ferramentas disponíveis que podem ajudá-lo a realizar o trabalho. Portanto, não deixe que arquivos grandes do Excel o intimidem. Com as ferramentas certas e um pouco de conhecimento, você pode consultar facilmente até mesmo os maiores arquivos.

Conheça mais nossas ferramentas de transformação
Transforme dados: texto, data/hora, localização, Json, etc.